domingo, agosto 10, 2008

Recortes

Sei que as mulheres adoram homens bonitos, mas elas só vêem isso. Eu não sou assim. Não vejo só a beleza, gosto de outras coisas. Gosto do que não é perfeito. Eu sou assim.


Qual é o problema do amor? Por que enlouquecemos? Quanto tempo perdemos nos preocupando com isso? Se estou sozinho, eu me queixo: "Será que vou encontrar alguém"? Se estou com alguém: "Será que é ela? Ela me ama como eu a amo"? Dá para amar várias pessoas em uma vida? Por que nos separamos? Dá para consertar as coisas quando se estragou tudo? São perguntas idiotas que me faço o tempo todo! Não posso dizer que não sabia. Eu me preparei. Li histórias de amor... contos, romances, filmes de amor, amor, amor, amor!


Pois é, esse sou eu. Vou fazer 30 anos... com cara de mim mesmo. Sem poder fazer nada. Eu sou eu, estupidamente eu.

(falas retiradas do filme Bonecas Russas)

----------------
Now playing: Chris Bell - Make A Scene
via FoxyTunes

7 comentários:

Amanda Bia disse...

essa passagem do amor é bem complexa assim mesmo. a gente sempre está se perguntando alguma coisa. nunca estamos satisfeitos.
fiquei com vontade de assistir o filme.
beijos!

Mariana Lima disse...

saudade daqui também.... rs
e eu vou bem e espero que tu também! rs

não ví esse filme, mas parece-se com minha cabeça...
amor, amor, amor...
donde estás?!

Enxaqueca disse...

... nada como sermos nós mesmas...

E vc fazendo 30 aos 25? Ha! Então, eu tô fazendo 40!

Ulises Belano disse...

Amor, amor
Diz que pode, depois morde
Pelas costas sem querer
Amor, amor
Assim como um leão caçando o medo
Amor, amor
Fiel me trai, me azeda
Me adoça e me faz viver.

dizia uma música nos anos 80...

Carlos Howes disse...

Gosto muito desse filme, desse personagem, das reflexões dele....

Lu, anda! disse...

Perfeito.

GiGi disse...

Nossa, perfeito mesmo. Será que nossa eterna insatisfação é o que estraga tudo? Caberia aí a Insustentável Leveza do Ser.

Postar um comentário