terça-feira, julho 15, 2008

Invisibilidade Quebrada


*Sobe o pano*

Final de semana Maria Renata foi pra Sampa. Encontrou com a Jô e Du, foram para o Noitão no cine HSBC Belas Artes, na Consolação. Logo após o primeiro filme, o casal parte e ela fica só.

Durme um pouco durante a segunda película, que acha chata. Mas fica vidrada no terceiro e último, que é muito bom. Sai do cinema umas 6h00. A fila para o café oferecido no cinema está enorme, então ela desiste e vai tomar café no BH, na Augusta.

Depois do café, retoma seu caminho e contorna o quarteirão, sobe de volta para a Paulista pela Frei Caneca. Vê que o sol está nascendo e resolve só entrar no metrô quando este já estiver aparecendo no céu. Assim, põe-se a caminhar, curtindo a solidão, feliz porque se tornou um ser invisível e a probabilidade de encontrar com alguém por ali era mínima. E mais feliz tb porque não estava na sua cidade.

Até que um grupo de meninos se aproxima, um deles aponta para Maria Renata e diz:

- Pra ela eu dou sete!

E o seu amigo completa:

- Ela é de Mogi! É de Mogi!

Maria Renata franze o cenho e entra na estação Brigadeiro do metrô, brava, com metade do sol aparecendo no céu.

*Cai o pano*

7 comentários:

Carlos Howes disse...

Sacanagem! =P

Enxaqueca disse...

Então tá, né?

... rsrs...

Besos...

Amanda Bia disse...

como eles sabiam que vc é de Mogi? meninos babacas!
não sabia que tinham sessões de cinema assim compridas! se não tiver companhia em SP p/ sair pode me chamar! não te garanto que vou ter dinheiro, ainda mais agora, mas quem sabe?!
beijos!

c.h.i.c.o disse...

Eu adorava andar na Paulista sozinho, parar no vão do Masp e ficar ali... ah que saudade!

A Dona do Drama disse...

huahauauua
Mogianos não sabem de nada!

hahaaahhahaha

joyeux disse...

Hááááááhahahahahaha!!!!
Mogianos são todos iguais. Eles se reconhecem através de uma marca específica em seus narizes e um faro aguçado para conterrâneos. Mogi é quase uma sociedade maçônica!

Ulises Belano disse...

ontem, andei pela paulista. Eram 19hs. O transito intenso. Muitas pessoas pela calçada. Meio frio. Meio quente. Estava ouvindo o disco The MIx Up, do Beastie Boys. Parecia que ali tudo se encaixa. tempo, espaço, som, tudo.

Postar um comentário