segunda-feira, abril 14, 2008

O grande bode

O grande bode veio a cavalo, nesse final de semana, e me acertou em cheio, por isso bodeei, fiquei com muita preguiça.

Do contrário do que se pensa, não daquele tipo de preguiça que se tem de não fazer nada, mas preguiça de uns e outros. Porque eu me esforço pra agradar gregos e troianos, eu sei, mas às vezes quero ser mais grega do que troiana, e mais troiana que grega nos outros momentos.

Preguiça de atitudes exageradas. Preguiça dos eu-te-amos por conveniência, e eu sempre me ferro por causa deles. Oh, que puxa.

Mas não vou abrir mão, não. Os gregos que se acostumem, porque também gosto de andar com troianos, e idem pros troianos, pq não vou deixar de estar com os gregos.

Gosto de passar meus momentos da forma que quero e que acho mais conveniente pro instante. Nos momentos de urgência, estarei ali, creia. Nas horas de diversão também, só que de forma natural, nunca forçada, mas porque quero.

Pro resto, se vc me pedir confete, vai levar tijolada. Hunf.

----------------
Now playing on Windows Media Player: Foo Fighters - Long Road To Ruin
via FoxyTunes

4 comentários:

c.h.i.c.o disse...

Tipo assim, eu sou legal?


Ai.

Enxaqueca disse...

O parágrafo final resume tudo...

E sim, aproveitemos tudo e aproveitemos todos!

Anônimo disse...

oi!
não tenho o custume de blogs...
mas adorei o
'Pro resto, se vc me pedir confete, vai levar tijolada. Hunf.'
posso usar/
bj
Elissa

Rosana disse...

essa história de gregos e troianos me faz lembrar duas amigas (minhas) que se odeiam e que tento agradar, mas as vezes... hufff... dá vontade de explodir.
suas idéias antagônicas me deixam maluca, mas elas que se virem, não tô aqui pra agradar ninguém, vou tentando agradar como posso.
e olha lá hein... vai sair danto tijolada em todo mundo não... olha os processos... kkkkk

Postar um comentário